AS ’10’ MAIS

Terça-feira, 26 de abril de 2016.

1ª)

Ontem e hoje estão sendo dias de agonia. No STF há o julgamento de recurso da Câmara Municipal de Campo Grande que poderá derrubar Alcides Bernal do cargo. Está todo mundo em suspense. O que acontecerá ‘só Deus’ sabe.

2ª)

O frio chegou e o campo-grandense começou tirar os casacos da naftalina. A chuva de ontem foi uma bênção, não fossem as tempestades elétricas que, em ‘uma hora’ despejaram 18 mil raios em nosso Estado.

3ª)

Michel Temer já tem as primeiras ações governamentais se o ‘impeachment’ passar pelo Senado. Vai dispensar 25 mil cargos de confiança petistas em todo o País. A chamada ‘despetização’ do serviço público no País virou agora a ordem do dia.

4ª)

Hoje é o último dia para o senador Delcídio do Amaral se defender no Conselho de Ética do Senado. Tudo indica que o relatório será feito unilateralmente com a ausência da defesa do senador, que está com recurso na justiça visando escapar da cassação.

5ª)

Puccinelli está se fazendo de morto ‘pra ganhar sapato novo’. Anda espalhando que não será candidato a prefeito de Campo Grande e quer ser governador em 2018. Mas há quem diga que tudo isso não passa de encenação e que, a continuar esse quadro indefinido, ele sairá candidato sim, na eleição deste ano.

6ª)

O Rotary Clube está fazendo uma vitoriosa Campanha do Agasalho. O frio promete castigar os mais pobres e todas as doações serão bem-vindas. Liguem para 8143-0297 e falem diretamente com o Paulinho que ele mandará buscar.

7ª)

Os agentes penitenciários estão morrendo de medo de trabalhar na Penitenciária de Segurança Máxima da Capital onde ‘todos’ estão jurados de morte. No Los Angeles, outra área perigosa da Capital, o videomonitoramento foi suspenso porque os policiais estão com medo da bandidagem. Agora eu pergunto: “E onde ficamos nós, pobres mortais desarmados, com esse medo todo?”.

8ª)

Hoje é o ‘DIA D’ para o PSDB desta Capital decidir quem será o candidato à prefeito de Campo Grande. Na disputa estão: Eduardo Riedel, o candidato do coração do governo e a sempre combativa e querida Rose Modesto. Todos os dois nomes são fortes e bons. Rose leva vantagem por ser política e ter experiência nessas disputas. É capaz de sair um acordo e os tucanos sairem de chapa pura.

9ª)

O PDT da Capital embicou de vez, especialmente depois que Dagoberto Nogueira Filho, presidente estadual da sigla, votou contra o ‘impeachment’. O partido ficou queimado e o eleitorado promete cobrar isso na eleição municipal. Vamos ver se não esquecem.

10ª)

Tititi na política é que na próxima operação da ‘Lava Jato’ poderão estar personagens da nossa política. Não disseram quem, mas um passarinho me contou, que no jatinho da Federal poderão estar reservadas passagens para dois deputados – um estadual e outro federal – e um prefeito.

Amanhã eu volto.

Fuuuuuuuuuuuuuuui.

Comentários

Comentários