Após seis dias, Prefeitura reabre licitação para compra de medicamentos

Compra havia sido suspensa para revisão dos certames por parte da nova gestão municipal

A Prefeitura de Campo Grande reabriu a licitação para aquisição de medicamentos, depois de seis dias, quando havia determinado a suspensão da compra. A publicação do certame está no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) de quarta-feira (11).

Em 5 de janeiro, também em Diário Oficial, o Município comunicou a suspensão de três licitações, uma delas reaberta hoje, pois o prefeito Marquinhos Trad (PSD) tinha determinado a revisão de todas as compras da gestão municipal, iniciadas na gestão de Alcides Bernal (PP).

De acordo com a secretaria municipal de Saúde, por meio de sua assessoria de comunicação, o processo de compra foi reaberto, pois trata-se de situação essencial e emergencial, já que os estoques de medicamentos está baixo na rede pública.

Durante visita ao CRS (Centro Regional de Saúde) do Bairro Tiradentes, o prefeito disse que pretendia abrir licitação para comprar remédios ainda neste mês para repor os estoques pelos próximos seis meses.

Na edição de hoje, a prefeitura comunica a licitação nº 220/2016, na modalidade pregão presencial, do tipo de “menor preço por item”. A abertura das propostas será realizada em 23 de janeiro deste ano, a partir das 8 horas, na sede da Central Municipal de Compras e Licitações, no Paço Municipal, na Avenida Afonso Pena, nº 3297.

Fonte: Campo Grande News

Comentários

Comentários